• Coopermais

Leite LINA

Qual produtor nunca se deparou com o problema do pH no leite? Entretanto, mesmo com todos os cuidados de higiene e temperatura, tudo dentro do padrão exigido, mesmo assim o malvado teste de campo, o famoso teste do álcool ou do Alizarol que indicam se o leite pode ou não ser aceito, acabam dando positivo, que frustração, não é? Porém, este pode ser um falso-positivo do teste em função do Leite Instável Não Ácido, conhecido como Leite LINA. Pois bem, vou dar algumas dicas do que pode causar a presença do Leite Lina, do ponto de vista de fatores nutricionais, são eles: restrição alimentar, deficiência de energia, excesso de proteína. E do ponto de vista não nutricional, podemos citar: o tempo de lactação, estresse térmico, mastite, cálcio iônico, entre outros.

Porém, existem tratamentos ou prevenções, neste caso o planejamento do sistema produtivo e o conhecimento dos fatores envolvidos, bem como a assistência técnica de profissionais qualificados, são de extrema importância para garantir a sustentabilidade da produção de leite em quantidade e qualidade.


Prof. Willian Gonçalves do Nascimento

Projeto UFPR/COOPERMAIS